Aproveite o máximo da cloud pública: proteja seus aplicativos de missão crítica contra desastres

Aproveite o máximo da cloud pública: proteja seus aplicativos de missão crítica contra desastres

Você nunca verá alguém se surpreender porque o Exchange não para de funcionar quando há um desastre. Mas talvez ouça um suspiro de alívio daqueles que sabem o que está por trás disso.

Um ambiente dedicado de Recuperação de Desastres (DR) em uma cloud pública é o herói anônimo em um cenário de proteção de dados, assegurando a continuidade dos negócios. O software de proteção de dados funciona silenciosamente nos bastidores em uma plataforma de cloud pública até quando chega o momento em que ele salva o seu dia.

Ele permite, por exemplo, configurar uma máquina virtual na nuvem que permaneça em standby até o momento de um desastre, o virtual stanby é uma réplica de uma máquina que hospeda algum serviço crítico para o negócio, como o Microsoft Exchange da sua organização. O virtual standby é atualizado sempre que um snapshot da máquina principal é criado. Então, se você perder sua máquina principal por qualquer motivo, poderá ativar o virtual standby imediatamente para uma disponibilidade praticamente ininterrupta do Exchange Server e uma perda de dados quase nula. O Recovery Time Objective (RTO) será medido em segundos em vez de horas.

Como evitar um cenário de alto risco

Mas há uma ressalva. Para minimizar os riscos dessa estratégia de proteção de dados, é necessário escolher a plataforma de cloud pública e o software de backup e recuperação adequados. Ambos precisam estar extremamente integrados. Sua cloud pública deverá oferecer um bom desempenho computacional, um bom desempenho de armazenamento e uma boa largura de banda para que isso funcione. Além disso, o software de backup e recuperação deve fazer o seguinte:

  • Fornecer snapshots/replicação frequentes, assim como integração com os aplicativos e o hypervisor.
  • Lidar com a migração física para virtual, virtual para virtual e até mesmo virtual para física que abrange todo o ambiente de trabalho (hypervisor, sistema operacional, aplicativos).
  • Executar a replicação de cloud para cloud caso sua carga de trabalho baseada em cloud precise ser protegida em outra cloud, o que é um bom procedimento operacional para questões de segurança.

Recupere o que você precisar, quando precisar

Mesmo enquanto nosso "herói anônimo" protege seus dados mais visíveis e de missão crítica, ele oferece um perfil discreto e ocupa pouco espaço. Usar a cloud pública dessa forma envolve quantidades relativamente menores de dados, de forma que o custo por GB não se torna um grande problema. Ela não exige intervenção administrativa frequente.

As imagens de snapshot em disco podem ser tiradas sem diminuir a velocidade ou interromper o acesso do usuário ao sistema. É tão rápido que possibilita uma redução significativa no potencial de perda de dados. Os backups integrados as aplicações podem ser programados a cada cinco minutos e a recuperação deles pode ser automatizada.

Um ambiente dedicado de Recuperação de Desastres (DR) em uma cloud é somente um dos quatro cenários de aprimoramento da proteção de dados com uma cloud pública. Na realidade, você pode usar a cloud pública para proteger tudo o que quiser, mas somente se optar pela abordagem certa, com a ferramenta certa, na cloud certa.

Consulte nosso White Paper para fazer a escolha certa:

Faça download do White Paper

Anonymous