Os, não tão óbvios, fundamentos dos Monitores de Sistemas

Os, não tão óbvios, fundamentos dos Monitores de Sistemas

Monitoramento de Sistemas tem a função de notificar e informar Stake Holders das aplicações sobre a eficácia de uma empresa em seu investimento de TI. Os Stake Holders vão dequeles que possuem ou dependem de Software de aplicações até os administradores que cuidam de sua infra-estrutura. No entanto existem outros critérios que definem o Monitoramento de Sistema, as funções básicas de notificar e informar são o núcleo e devem ser bem entendidas.

Neste post nós olharemos em mais profundidade 3 áreas do núcleo de Monitoramento de Sistemas: notificação, informação através de relatórios e informação através de painéis de controle.

Notificação é normalmente quando a medição feita por um Monitor de Sistema se desvia de seu comportamento normal (tempo de resposta, aumento ou diminuição de memoria, CPU e I/O). A capacidade de comparar uma métrica coletada contra um limite estático é básica, e a capacidade de ter um limite mais inteligente que varia com base em normas históricas é mais avançada. Outro recurso mais avançado de notificação é derivar a métrica que está sendo medida. Por exemplo, alertando quando a utilização média da CPU é mais de 90% é básica, notificando quando é de 90% e o processo de fila de execução é mais 10 é mais avançado, e notificando quando mais da metade dos Cores estão em 90% da CPU é ainda mais avançado. Workload, cargas de trabalho ou das taxas de conclusão ficam ainda mais avançadas com derivações complexas em que múltiplas métricas entram em jogo. Quando você pensa sobre alertas e notificação certifique-se de entender o potencial de variar, derivar e ser criativo com o lado de métricas e o lado de monitorar as equações. As pessoas muitas vezes são surpreendidas quando eles aprendem que alguns desses recursos mais avançados e as capacidades que elas oferecem.

O valor nos relatórios vem principalmente de tendências. Relatórios são mais frequentemente usados por pessoas que fazem as decisões de compra, ou pelos engenheiros que determinam as necessidades de capacidade. Relatórios podem ser mais avançados ao olhar para vários períodos de tempo. Por exemplo, compare o volume desta semana com a semana passada. Outra característica avançada é agrupar diferentes itens históricos em um só relatório.
Por exemplo: pode-se considerar que uma aplicação está dentro de seu QoS e que certas operações estão em um tempo de resposta de desempenho especificado dentro dos limites, e os sistemas estão sob uma determinada utilização. Uma área extremamente valiosa que é frequentemente esquecida com Monitores de Sistemas é que eles podem ser usados para medir e reportar sobre métricas de negócio. Isto é especialmente verdadeiro em ambientes de comércio eletrônico, onde é relativamente fácil Monitores de Sistemas ver operações bem-sucedidas e mal-sucedidas. Monitores de Sistemas ainda podem conter provas valiosas quanto o que pode estar impedindo o desempenho empresarial.

Dashboards são mais úteis para dar aos usuários ao prover visualização em tempo real e recente, olhando para um sistema ou conjuntos de sistemas. Para os usuários de nível básico podem precisar olhar para um único host e ver seu status. A maioria dos Monitores de Sistemas podem acomodar isto em um painel que permite a busca pelo hostname e vendo itens como CPU, memória, utilização do disco e capacidade de armazenamento. Fica mais avançado quando os usuários tentam avaliar o estado atual dos aplicativos que abrangem vários sistemas. Não é incomum, em grandes empresas, para ver centenas de servidores que suportem um único aplicativo. Este é sem dúvida o maior desafio para os fornecedores de Monitoramento de Sistemas. Onde é relativamente simples olhar para um host específico, instância de banco de dados ou até mesmo uma transação de negócios, é um desafio para acompanhar e entender quando as coisas não são como deveriam ser quando você tem centenas de nós e centenas de milhares de potenciais caminhos de transação por meio dos mesmos.

Quando se trata de Monitoramento de Sistemas, o Foglight é feito de centenas de membros que compreendem as necessidades e desejos de empresas maiores. Minha equipe centra-se no sucesso de seus clientes em Monitoramento de Sistemas. Trabalhamos com a configuração para monitorar centenas de milhares de nós para 100 + aplicativos. Em uma porcentagem menor de casos, existem configurações que estão usando o Foglight para monitorar um domínio específico, como o banco de dados ou o domínio de aplicativo. No futuro nós estaremos compartilhando alguns exemplos de como estender o sistema de monitoramento de recursos para realizar alguns dos mais avançados casos de uso para a empresa. Nossa esperança é de ajudar a nossa base de clientes a encontrar os maiores benefícios de sua plataforma de Monitoramento de Sistemas.

Saiba mais

Anonymous