O papel ingrato do administrador de backup

Em várias organizações, a proteção dos dados, ativo mais importante para os negócios de uma empresa, é negligenciada por muitas pessoas e departamentos. Quando você pensa em TI, você pensa em redes, sistemas de informações (e-mail e sistemas de telefone), computadores, racks, servidores e firewalls. Quando você tem um problema com o seu e-mail ou o seu computador não funciona, você liga para a equipe de TI e eles consertam o que está errado. São os heróis anônimos de uma empresa. Mas onde entra o administrador de backup nessa história?

Se você perguntar a um administrador de backup qual é o seu trabalho, você poderá receber uma resposta bastante modesta, como "Eu apenas protejo os dados da empresa", mas há muito mais nessa história do que ele revela e a própria função se desenvolveu MUITO desde o tradicional "colocar uma fita na unidade, executar um backup e depois retirar a fita". Acredite se quiser, esse ainda deve ser o entendimento comum sobre o que os administradores de backup fazem, mas o seu papel cresceu e o seu trabalho se tornou muito mais complexo. Eles são responsáveis por muito mais do que você imagina.

Com os dados das empresas se expandido para além dos petabytes, os administradores de backup têm a difícil tarefa de garantir que não apenas o backup desses dados seja feito, mas também que sejam restaurados com velocidade ideal e tempo de inatividade mínimo. Isso requer que o administrador de backup utilize os meios mais eficientes para superar esses desafios e, na maioria das vezes, devem fazer isso com a menor quantidade de recursos ou capital possível. Geralmente, os administradores de backup são solicitados a economizar e cortar recursos onde possível e, ao mesmo tempo, manter a eficiência dos dados que estão tentando proteger. E então, quando chega a hora de uma grande restauração ou migração, eles não dispõem da infraestrutura necessária para concluir a tarefa de maneira eficiente ou antes do prazo final e, mesmo assim, são os que levam a culpa.

Na minha carreira, tive o privilégio de conhecer muitos administradores de backup e entender o seu dilema. Espera-se que eles façam as coisas funcionarem com os recursos que lhe são dados e, muitas vezes, esses recursos não dão conta do trabalho. Na maioria das vezes, isso é causado devido a uma quantidade exorbitante de dados que precisam ser protegidos diariamente por appliances de backup e sistemas de armazenamento insuficientes, ou da era jurássica, se preferir. Você ficaria surpreso com o número de departamentos de TI que não se modernizam de acordo com o crescimento dos seus dados e esperam que o administrador de backup magicamente faça tudo funcionar.

Conheci administradores de backup que imploram para seus chefes há anos para que eles se modernizem, melhorem seus hardwares, mudem para appliances de armazenamento que possam fazer desduplicação, migrem para a cloud,... e esse é o outro trabalho do administrador de backup. Saber para onde os dados estão indo, preparar um plano para o futuro e garantir a proteção dos dados é sempre uma das maiores prioridades das empresas, mas, para ser honesto, é sempre uma das últimas áreas a receber atenção, pelo menos em termos de capital, e é incrível que as coisas ainda funcionem nesse cenário.

Essa mesma situação pode ser reproduzida em diferentes funções do mundo profissional, no entanto, é com muita frequência que ouvimos e testemunhamos histórias parecidas na área de backup. Talvez isso aconteça porque esse trabalho passa despercebido até que seja necessário ou até que chegue o momento crítico de alterar os sistemas. É aí que os holofotes se voltam para essa função e, algumas vezes, toda a empresa fica à espera desses profissionais, literalmente. Se o processo é bem-sucedido, isso simplesmente faz parte dos negócios e todos encaram o sucesso como nada mais que obrigação. Mas se o processo fracassar, isso pode ser bastante desastroso e com impacto significativo para o futuro da empresa e, na maioria das vezes, a culpa recai sobre o administrador de backup, mesmo que em muitas vezes a culpa não é desses profissionais.

Portanto, da próxima vez que estiver falando com a equipe de TI, pergunte a eles "Quem é o administrador de backup aqui?" e deixe-o saber o quanto sua função é importante e o quanto o sucesso da sua empresa depende dele :)

Anonymous